Bocadinhos de mim :

Os meus olhos contaram-te a minha história?

sábado, 23 de maio de 2009



Venho por este meio informar-te , que decidi vender a casa que compramos juntos no Algarve. Vou vende-la por um preço acessível e assim que receber o dinheiro envio-te metade , afinal não fui só eu que a comprei. Não precisas de vir buscá-lo pessoalmente, eu envio pelo único meio em que ainda é possível "falarmos", pelo correio. Hoje entrei pela primeira vez na casa desde que nos separámos e reparei que o quadro de cortiça com as nossas fotografias estava intacto. Lembro-me de quando comprámos a casa e da festa que fizeste por já vir com aquele bocado de cortiça , onde colocaste a nossa primeira foto. Prosseguindo com a conversa, tirei tudo o que estava lá dentro que era nosso, incluindo as fotos que estavam penduradas no bocado deprimente de cortiça que já nada nos diz. Queres que queime tudo ou que as envie também? O quadro de cortiça deixo lá , visto que já vinha com a casa. Vendia-a a um casal jovem , tal e qual como nós éramos. Talvez ele também fique feliz por ver aquele bocado de cortiça e meta lá a primeira foto deles. Só desejo que não precisem mais tarde de despejar tudo o que naquela casa existe , tal e qual , como hoje , eu fiz.


Até breve,

51 comentários:

Sentimentos disse...

está lindo lindo amor.

eu sei obrigada, contigo eu consigo @@

Lizzie disse...

pois são :p
Texto muiito bonito (:



beijiinho *

Filipa <3 disse...

o melhor texto dos que já li, por ti escritos, na minha opinião.

sincero, verdadeiro e nada fantasioso.

Beijinho*

Inês disse...

gostei muito :)
às vezes fazem bem essas mudanças.

~ Jessica disse...

Tenho um desafio para ti no meu blog :)
*

Joana Éme. disse...

Que nunca te vejas livre das tuas apaixonantes palavras.

Joana David disse...

Gostei tanto :o

*

Joana David disse...

Está tão bonito e sentido.

Joana David disse...

Fisicamente nota-se muito« xD Psicologicamente, não queria que se notasse tanto.

*

Bianca Nogueira disse...

Isso é mesmo verdade? tens mesmo uma casa?

Sara disse...

dão mesmo a volta à cabeça, está maravilhoso este texto!

Inês disse...

seleccionei-te para dois desafios que estão no meu blog, espero que não te importes (:

*

Mara disse...

Quase que chorei...
muito bom

Filipa <3 disse...

Obrigada, sim, gostei mesmo.
É diferente de todos os que já escreveste, na minha opinião, pareceu-me um desabafo, como se a escrita ou a lógica nem te importassem, apenas um desabafo.

:)

Bianca Nogueira disse...

pra quê dizer? há coisas que não vale a pena.

Sara disse...

era óptimo se deixassem de ser "se's", mas anda dificil
Adorei, a sério, gosto da maneira como escreves

# Gabriela | disse...

Dos melhores que já li por estes blog's.
Adorei, adorei.
(LL) Beijinho

Catarina disse...

que giro :D

messy disse...

É triste 'vender' o passado, mas é bonita a prespectiva de um outro futuro ali, e de um outro futuro depois de feitas as malas, a vida é mesmo assim, assim como a escreves! (:

Bianca Nogueira disse...

Eu tentei mas não consegui dizer nada de geito.

rita disse...

obrigada :$
escreves tão beeem!

catarina santos disse...

pois é :)
o teu texto está qualquer coisa, gostei :)

Catarina' disse...

Adorei *.*

rita disse...

não me gozes, este está perfeito!

jessica disse...

que texto *.*
pois obrigdaaaa :D :S
que desafio e esse :P

rita disse...

obrigadaa ;$

Homem de Ferro disse...

ADOREI a forma como descreves um momento Tao dificil ...

Gosto de Te ler :)

Beijo

Luisinha disse...

a serio? :$

ann disse...

O que posso dizer é que tenhas muita força dentro de ti.

Beijinho*

Pssst disse...

bonito e sentido, adorei ler estas palavras.

Sandra S. disse...

Quem dera que os nossos bens materiais apagassem aquilo que já não queremos mais sentir.
Quem dera.

Bem forte o vídeo, né?
Quase chorei.


beijinhos em si*

Paladar disse...

Que bonito :)

Rute' disse...

Fantastico!

ann disse...

Eu tenho, mas também quero que tenhas.
São pessoas como tu, que estão lá sem eu chamar, que me fazem ter força e erguer.

Obrigadooo Patrícia.

Beijinho*

J' disse...

Obrigada! :)

BrokenROSE ↓ disse...

gostei mesmo ! *-*

jessica disse...

eu nao consigo nada , amor .
enfim , ok depois vou aos teus desafios (A)

ann disse...

É mesmo sentido. Acredita. Obrigado $:


Custa sempre erguer, mas quando tiveres erguida é a melhor sensação que podes ter. Eu sei que és capaz!

Mil e um obrigados :$
Retribuo :D Estou aqui, sempre (L)

Pêjotinha' disse...

Directo. Adoro estes textos directos. :)

MAFALDABAPTISTA disse...

"Vendia-a a um casal jovem , tal e qual como nós éramos. Talvez ele também fique feliz por ver aquele bocado de cortiça e meta lá a primeira foto deles. Só desejo que não precisem mais tarde de despejar tudo o que naquela casa existe , tal e qual , como hoje , eu fiz."

Existem muitas histórias que vão sempre parecer as nossas. Mas todas as histórias são uma só, o desfecho, é que pode ser ou não igal. Depende só de nós.

Adorei, muitos parabéns:)

ann disse...

Só tens de acreditar que a tua força é maior. Acredita.

Não agradeças assim, agradece com um sorriso :D

Ritinha disse...

adorei o texto... a seriuh :D

mts parabens pelo blog
beijinho

Beatriz disse...

Os sentimentos vão e vêm, as recordações ficam sempre :) Mais um texto magnífico. Parabéns*

Magda disse...

Ai amor, mesmo bonito o texto <3

AMO-TE MESMO @

ann disse...

É bom saber isso. Apenas quero que sejas forte.

Ainda bem $:
Sorri, pois tens um sorriso lindo *-*

ann disse...

Óptimo (:

MAFALDABAPTISTA disse...

Se diz, muitas vezes amamos em (o) silêncio. Calamo-nos porque quremos parecer fortes, e quantas vezes o erro não se repete.
Não sei se é melhor ou pior, ainda não descobri, mas com certeza é uma maniera de defesa, e que injusta que ela se torna.

Sim, as histórias tem começos diferentes e até em niveis de sentimento que podem ser diferentes, mas um fim é sempre um fim, e quando as coisas correm mal o desfecho é sempre igual, encontramo-nos todos no fim. Mas podemos muda-lo, com a diferença, mas a diferença para trás.

Eu acredito que n´soconseguimos tudo o que queremos. Com esforços, não podemos esperar que um caminho se construa, temos de passo a passo faz-lo nós. Amores perdidos são poucos em relação aos amores que podemos contruir. O caminho é este, o resto vem por acrescimo.

Não desistas (nunca) :)

Um beijo *

x Inês ( ? ) disse...

Que texto espectacular . Detesto fins : /

Emm disse...

acho que isto dava para fazer um filme. gostei mesmo muito, esta mesmo bonito :)

e obrigada :D

Emm, xx

Rachel disse...

ESTÁ PERFEITO , PERFEITO !

JOANA SOUSA disse...

tão sentimental *.*
beijo

A minha foto
Fatima, Portugal
Vivo das memórias do passado.

Ao contrário das imagens que se encontram aqui , que são retiradas do Google , os textos são feitos por mim. Agradeco que não os copiem e os metam no hi5 , blog , enfim. Nem que se façam passar por autoras(os) deles. Os meus textos são a minha história , os meus sentimentos , não se encaixam em qualquer pessoa ;) Originalidade , babe.

Caixa de recordações.


Obrigada á Pejotinha (:

Obrigada á Jessica e á Inês. (:

Obrigado á Inês. (:

Obrigada á Rita

Obrigada á Rita

Obrigado á Rute e á Sara (:

Obrigado á pejotinha

Obrigado á pejotinha