Bocadinhos de mim :

Os meus olhos contaram-te a minha história?

quinta-feira, 4 de junho de 2009



Lembras-te do nosso castelo colorido? Aquele que desenhamos com a areia da praia e que pintamos com as cores do nosso amor? Eu trouxe-o para casa e guardei-o na caixa, lembraste? Ontem ao guardar lá o nosso album de fotos reparei que só a parte que pintei com a cor do amor que sentia por ti é que estava intacta.

106 comentários:

Mara disse...

Jeitinho tens tu. Olha lá esta frase:

«Ontem ao guardar lá o nosso album de fotos reparei que só a parte que pintei com a cor do amor que sentia por ti é que estava intacta. »


beijinho

rita disse...

gosto imenso!
tudo passa :)

Aubergine. disse...

Adorei!

*

Catarina' disse...

É muito sentimento *
Tao fantastico =)

Alexandra disse...

Adorei :'D *
(no proximo post respondou ao teu desafio, foi à seculos mas ainda não tive tempo :x)

Catarina' disse...

Como eu te compreendo.
São magoas qe o tempo vai desvanecendo *

Sandra S. disse...

Lindissimo.
O amor tem disso, não perde a cor, por mais tempo que passe.

Beijinho grande, *

Catarina' disse...

Acredita, parecendo qe nao estas magoas so noa tornam mais fortes*

Sandra S. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sandra S. disse...

Por incrível que pareça, permanece.
Nos dias de hoje, permanecer(mos) intacto(s), pode ser considerado um verdadeiro milagre.


*

Sandra S. disse...

Eu penso que consegui, mas tive que pagar um preço bem caro por isso.
Conheces o poema " Apontamento" de Álvaro de Campos.
É mais ou menos aquilo que acontece, na maioria das vezes, com quem protege a sete chaves, este amor a que te referes.


Mas, no fim, deve valer a pena.
Ainda não sei.

*

Lizzie disse...

Fogo, tão lindo :')



Beijiinho (:

Sara disse...

Obrigada. Gostei imenso, costuma dizer-se que "o que não nos mata, torna-nos mais fortes".

Sparking mind disse...

Só permanece intacto quem não se dá, quem não se entrega. O amor é a maior inconstante da nossa vida.. Permanecerá intacto enquanto formos capazes de acreditar e sonhar. E só rompe.. só se transforma.. quando perdemos a capacidade de olhar o outro e encontrar lá dentro os nossos sonhos!

Gostei do que escreveste.. =)
Beijinho *

Luisinha disse...

pois mas nao devia mesmo nada! escreves mesmo bem

Rafael disse...

Nossa, que lugar ee esse da foto?
Parece ser bem legal...
Bjs

Filipa <3 disse...

castelo colorido... gosto.

quero sim, posso?

messy disse...

Perfeito! Adoro tanto cores, muitas cores!

Pêjotinha' disse...

Que castelo doce :$

Luisinha disse...

escreves sim, sempre taaao sentido!
o mundo nunca ha-de ser como nos queremos mas podemos sempre sonhar :s
querida

Filipa <3 disse...

:)

Filipa <3 disse...

uma princesa já é um exagero, contento me com uma amiga :)

Sandra S. disse...

Olá querida, obrigada! É claro que aceito :) Mas qual deles é?

:)

Filipa <3 disse...

era tão bom que tudo fosse assim tão simples.

Nessa disse...

gostei :}

João disse...

que lindo post! " a parte que pintei..." falta a contraparte. Um beijo*

Inês disse...

Eina esta TÃO BONITO p' :$
Desculpa so responder agora ao desafio ,mas tenho andado ausente daqui : x
* mas pronto , agora que estou mais liberta consegui arranjar um tempinho e ja esta respondido * Obrigada pelo desafio (:

Pequenina disse...

Gosto muito dos teus textos *.*

SaraPereira. disse...

a outra parte talvez se tenha desmoronado, ou talvez "só" perdido a cor...

MAFALDABAPTISTA disse...

"Ontem ao guardar lá o nosso album de fotos reparei que só a parte que pintei com a cor do amor que sentia por ti é que estava intacta."

lindo no mínimo

Luisinha disse...

memso assim, escrevs melhor! sem margem de duvida! fofinha

Bianca Nogueira disse...

ohh *.*

SaraPereira. disse...

Pode não ser, pensa comigo:
A cor pode restituir-se, se ele se tivesse desmoronado não terias coragem de o voltar a construir(...)

ann disse...

desculpa amor, mas não sei onde isso está :x

Rita disse...

adorei, mesmo ;)

Marta Gonçalves disse...

obrigada :D

está mesmo bonito este texto, as tuas palavras (':

Marta Gonçalves disse...

mas o teu está lindo, a sério :D

Marta Gonçalves disse...

obrigada :D

Marta Gonçalves disse...

de nada :D

Luisinha disse...

nao mereces sofre, tenho certeza! oh que riquinha, obrigada

Homem de Ferro disse...

Lindissimo !!!

Beijo

Mafalda disse...

"Eu trouxe-o para casa e guardei-o na caixa, lembraste?"

Melhor que a caixa é o coração :)

Dizes coisas lindas*

Rute' disse...

Tu escreves com cada coisa :O
Adoro mesmo*****

SaraPereira. disse...

é difícil que assim seja, eu sei.
Cria uma nova vida, tua, à tua maneira. Um castelo teu, ainda mais forte *

Silvana disse...

Lindissimo, a ideia das cores associada ao amor...adorei mesmo!
está magnifico :)

Bianca Nogueira disse...

Luto, dia-após-dia. Mas as vezes parece que não vale mesmo a pena.

Bianca Nogueira disse...

Nem sempre. Quando lutas e acabas por sofrer

Rute' disse...

Gosto sim, bastante!

Bianca Nogueira disse...

mas doi mesnos se ficar quieta.

Mafalda disse...

Deixas-me pasmada! Bateu tão fundo o que me disseste qu~e eu própria não encaixava melhores palavras ali.

Reconhecer um fim é dificil, porque é dificil aceitar-se um. O problema é descobrir quando é mesmo um fim, num tanto "ir" e "voltar".

Dizes coisas lindas, lindas, lindas :)

Luisinha disse...

e tens toda a razao. mas nao e disso que mais sofremos? (mesmo que nao queiramos)

Luisinha disse...

e por esquecer de amar-mos menos (quem nao merece) e esquecer de darmo-nos menos (a quem nao merece)

beijinho *

Silvana disse...

Oh, isso são os teus *-* bonitos e cheios de lindas coisas.

Anónimo disse...

Uou, tu tens mesmo jeito.
As tuas palavras são tão reais, tão sentidas .

néluí disse...

escreves mesmo bem .

catarina santos disse...

fantastico :o
obrigada pelo comentario :) *

Luisinha disse...

o mundo ja anda a ficar taaao vazio (...)

ann disse...

Não importa, já.

Magda disse...

Adoro amor :'D

Ritinha disse...

tens 2 selos no meu blog à tua espera...

beijinho

Carla Rosenvelt disse...

não importa, vai passar.

néluí disse...

Até podes nem escrever, mas o que escreves é mesmo bonito.

ann disse...

Agora já não. Já passou.

Bianca Nogueira disse...

Simplesmente custa muito lutar para no fim ficar a perder.

Wilson disse...

Obrigado :D

Beijo ;)

Bia disse...

Gostooo do teu bloggggg!=) (dsclpa a invasaoo)

Diogo Silva disse...

Esta realmente muito bom o texto =D obrgado pelo comentario e aparece sempre =D

SaraPereira. disse...

* Prendinha para ti no meu blog.

Rute' disse...

Algo para ti no meu blog, P' ;)

ann disse...

É verdade.

É tudo muito cansativo!

Mafalda disse...

E eu amo o que tu dizes, o que tu escreves. Tens um dom das apalavras, é uma coisa fantástica!

E acho que nessa situação temos mais dificuldade em reconhecer um fim, se já por sim "saber chegar" a um é complicado.
Portanto é como dizes, ganhamos e perdemos a esperança.


E concordo ficam muitos sentimentos por explorar. Se bem que vem mitos outros que talvez não viessem e msituações normais. Mas o que exploras é a correr. Vivem em dois mundos, nuca sabes quando é o fim, e quando acabas nunca sabes quando volta. é complicado, mas só nós podemos parar.

Mas quando a cabeça não quer o coração muito menos.

ann disse...

Obrigado :$
Este texto tem toque especial. Gosto bastante.

Alexandra disse...

Tenho um desafio para ti no meu blog :')

Mafalda disse...

Op roblema é quando (achas)que é o fim e queres lutar. Fazes como? Ignoras a razão ou o coração?

Beatriz Cró disse...

doseemeia.blogspot.com
é o blog novo.

orkide@ disse...

Se o sentimento for verdadeiro, as cores continuarão intactas por muito tempo....

Bj

m.sunshine disse...

Essas colorações mal resolvidas, também já me afectaram. :)
- gostei do que li.

Pequenina disse...

Lendo a 3ª ou 4ª este teu texto hoje deparei-me com esta frase:

"(..)reparei que só a parte que pintei com a cor do amor que sentia por ti é que estava intacta."

Não imaginas o quanto mexeu comigo =(

Beijinhooo *

*flor* disse...

ha amores que duram para sempre como aqueles das historias de encantar..

=)

beijo*

Afonso disse...

Sempre que te leio penso: poderia ter sido eu a escrever isto. Embora tu lhe dês um toque bastante próprio teu. Adoro ler-te. =')

Beijinho*

Mafalda disse...

Então estamos na mesma badalada. Aquela parte é também chamada "sofrimento".

Adoro ler e reler os teus textos...

João disse...

eu nao percebi como se faz o desafio meu bem =X HUMPF! kakakakakakaka

Angela Ferraz disse...

acho que estou vidrada nesta imagem.

rita disse...

obrigada!
não me canso de ler isto :)

Angela Ferraz disse...

é fascinante, dá-me alma

catarinaramos. disse...

amei |:

.::Bomboc@ disse...

É pena que, por vezes, as coisas mudem...

Mafalda disse...

Só passaremos se quisermos :)

Acredito em reconcialiações, se acredito. Porque não tentas uma? :)

Débra disse...

já tinha saudades de ver estes posts lindissimos :D

Mafalda disse...

Obrigada :)

Viraste mesmo a página? ás vezes desisitr, não é caminho para ninguém...

jessica disse...

post ta lindo P.

jessica disse...

Nao esta grande coisa so escrevi o essencial que sentia , com tanta ansiedade que estou so me saiu aquelas palavras, que achava mais importante :P , teus textos cada palavra tem seu sentimento <3

'Nicas disse...

Obrigada :)

Adorei
*.*

Mafalda disse...

A aproximação é mais quente e coincidia com a estação.
Não deverás rever a tua hipótese? :)

* Todos merecemos uma segunda oportunidade. Se não for aqui, que seja noutro "canto".

Mágda disse...

Nem sempre é facil tirar essa máscara . então quando se chega á conclusão que o prazer dele é ver-nos 'representar' então aí vimos que já se entreteu, queremos fugir para um sitio em que ele não sinta a nossa presença .

Apesar do amor :/

AndreiaPereira disse...

Texto com sentimento *-*
Tu superas :')

Adorei, beijinho

Mafalda disse...

Rever é muito subjectivo. Não estou a dizer que deves voltar a rever a situação, mas estou a dar-te força, se te serve como exeplo, que a caminho dos 3 anos que revivo a minha história vezes sem conta, parecem dê-já-vu(s) quando o vejo ir e no dia a seguir voltar. Sei que nada é eterno, e que esta "sorte" pode ter os dias contados, mas enquanto há sentimento, e acho que isso é mais importante que outras bases, temos tudo.

Quando se gosta de uma pessoa, não há limite de oportunidades. É uma frase que uso muito :)

catarinaramos. disse...

adorei, meeeeeeesmo :|

Mafalda disse...

Se tnho razão, se ver escrito no papel, ou seja onde for é fácil, praticar a acção é ainda mais :

Sofrer é outro termo muito subjectivo. Muitas vezes centramo-nos na nossa dor, mas não somos só nós a ser consumidos por essa dor.
ás vezes é dificl dar uma oportunidade, mas encaro-a, como não havendo limites quando se gosta. Acredito sim, que quando se deixa de gostar, as mesmas (oportunidades) esgotam-se. E acho que isso sim, define um dito final. Embora isto possa ter outras voltas controversas.

Eu não sei muito bem o que falar em questão de dualidades. Eu dizia-te para lutar, se ele gostasse de ti. Pois como já te disse, isso é a base de qualquer coisa. São precisas outras coisas, maso sentimento é que reina, a confiança, as oportunidades (..) e sobretudo "nós".
Não conheço a vossa história, nem de tão perto a de a "Outra", por isso é uma situação complicada.

Quanto ás coisas pelo meio, isso existe em todo o lado. Nós temos inúmeras pontes entre nós e os "Outros", mas temos de as atravessar para conseguirmos alguma coisa. Acho que existir "meios" entre as pessoas nõ deve ser "um meio para o fim" mas "um meio para começar" :)

catarinaramos. disse...

escreve mesmo(:

catarinaramos. disse...

cada um tem o seu talento. e tu já tens o teu (:

catarinaramos. disse...

chegas a ter mais, muito mais :)
tens que o aproveitar bem, dá sempre o teu melhoor! :D

catarinaramos. disse...

nada disso, mesmo :)
cada um tem o seu próprio valor, uns mais, outros menos, mas todos com grande qualidade

Mafalda disse...

Eu acho que tenho uma grande força nas palavras, isso sim, acho que tenho jeito para as dizer. Na realidade, não sei se a força é assim tão grande, mas todos nós temos uma grande força.
Temos de achar a nossa força interior, todos temos uma luz grande dentro de nós, por mais escuro que seja o nosso "buraco", existe sempre um túnel com muitas luzinhas, mais forte ou menos ofrte, nós temos que agarrar a nossa. O objetivov é agarrar a maior força, pois a isso chamamos de progresso, não interessa se demoramos muito ou pouco tempo a alcançar, não interessa, cada um de nós tem o seu tempo e vai a seu tempo. Não achas que vale a pena agarrares a maior força, leves o tempo que levares. Desitir não é palavra para ninguém, o caminhomais fácil é só "temporário". Rapidamente vês que não é solução :)

A distância - eu acho que todos temos de lidar com a distância, ou somos postos a isso.
A distância é a maior ponte entre "nós" (seres humanos), isto verficando em aspectos negativos. Mas em tudo, existem dois lados - analisa comigo o positivo: quando estás com a outra pessoa, não se perdem tempos em discussões, porque o tempo é precioso. é todo preenchido em sentimento.

Nunca te esqueças que o lado mau, tem sempre outro aldo, o bom. Basta procurares por ele, porque as coisas não caem do céu. Não é verdade? :)

* Como eu e uma amiga minha diziamos - nós somos o sol, e temos uma montanha, que por vezes nos tapa esse mesmo sol. Mas esmo atrás da núvens, tu sabes que o sol está lá. Nem todos os dias ele aparece, talvez porque a nossa montanha o tape, mas ele está lá :)

Margarida C' disse...

Adorei :')

ana cristina disse...

os teus textos são lindos $:
vim descobrir o teu blog, pela maneira mais parva, mas por um lado ainda bem. fiquei fã do teu blog $:

beijinhos querida $:

A minha foto
Fatima, Portugal
Vivo das memórias do passado.

Ao contrário das imagens que se encontram aqui , que são retiradas do Google , os textos são feitos por mim. Agradeco que não os copiem e os metam no hi5 , blog , enfim. Nem que se façam passar por autoras(os) deles. Os meus textos são a minha história , os meus sentimentos , não se encaixam em qualquer pessoa ;) Originalidade , babe.

Caixa de recordações.


Obrigada á Pejotinha (:

Obrigada á Jessica e á Inês. (:

Obrigado á Inês. (:

Obrigada á Rita

Obrigada á Rita

Obrigado á Rute e á Sara (:

Obrigado á pejotinha

Obrigado á pejotinha